Terça, 02 de Março de 2021
14981559897
Geral TRISTEZA

Cidade mais triste com morte de D. Olga, matriarca da família Fernandes Nagano

Ela faleceu aos 82 anos na capital, e seu corpo foi transladado para Garça onde ocorreu o sepultamento, às 11 horas desta manhã de domingo.

21/02/2021 12h47 Atualizada há 1 semana
4.634
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Fernando, Ana Olga, D. Olga e Miguel
Fernando, Ana Olga, D. Olga e Miguel

Garça está mais triste desde o final da tarde deste sábado, quando surgiram as primeiras informações sobre a morte de uma ilustre e querida cidadã: D. Olga Nagano Gomes Fernandes. Ela faleceu aos 82 anos na capital, e seu corpo foi transladado para Garça onde ocorreu o sepultamento, às 11 horas desta manhã de domingo. Comovidos, familiares e amigos deram o último adeus a matriarca de uma das famílias mais tradicionais da cidade.   

Conhecida pelo carisma e sorriso largo, D. Olga foi casada com o também falecido juiz Dr. Miguel Gomes Fernandes, e seu apoio incondicional foi responsável pela brilhante trajetória do marido na magistratura.

A história da família Gomes Fernandes em Garça começa no início do século passado quando João Gomes Balera, pai do patriarca, se instala na região após adquirir a fazenda Santa Ana, que até hoje pertence à família. A propriedade é comandada por Fernando Nagano, um dos três filhos do enlace de D. Olga com Dr. Miguel ocorrido em 1964.

Além de Fernando, D. Olga deixou o filho Miguel Gomes Fernandes Júnior e a médica Ana Olga Gomes Fernandes, uma das profissionais mais respeitadas do país em transplante de fígado e cirurgia robótica, e detentora do título de “Cidadã Benemérita” oferecido pela Câmara Municipal de Garça.

Toda a cidade lamenta a morte de D. Olga, que parte deixando saudades e uma rica contribuição para a história de Garça e a sociedade garcense de uma maneira geral. Aos familiares, os sentimentos de pesar da comunidade e da equipe do Garça em Foco