Quinta, 21 de Janeiro de 2021
14981559897
Polícia PREOCUPAÇÃO

Paradeiro de Rômulo ainda é desconhecido

“Ele desapareceu do nada”, informou a esposa Tainá, acreditando que Rômulo possa estar desorientado.

26/11/2020 09h43 Atualizada há 2 meses
2.510
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
O médico veterinário Rômulo ainda está desaparecido.
O médico veterinário Rômulo ainda está desaparecido.

Ainda é desconhecido o paradeiro do médico veterinário Rômulo Siqueira, 32 anos, que saiu de casa na manhã do último sábado (21), e desde então não foi mais visto. Os familiares já registraram boletim de ocorrência do desaparecimento, e auxiliados por amigos, fazem uma intensa campanha especialmente nas redes sociais em buscas de pistas que possam indicar o paradeiro do rapaz.

Rômulo, também conhecido como "Country", reside em Garça com a esposa Tainá. Na noite desta quarta-feira (25), ela informou à reportagem do Garça em Foco que o marido ainda não tinha retornado nem dado notícias, e apesar do apelo e da ampla divulgação do caso, nenhuma informação chegou aos familiares.

O casal está junto há cerca de dois anos, e segundo a esposa, essa é a primeira vez que isso ocorre, e que o marido não teria motivos para sair de casa dessa maneira, já que não houve nenhum tipo de motivação. “Ele desapareceu do nada”, informou a esposa, acreditando que Rômulo possa estar desorientado. Apesar da tensão que envolve o desaparecimento, Tainá não acredita que ele tenha sido vítima de algum ato violento. “Espero que ele esteja bem em algum lugar”, disse preocupada.

Pelo que foi apurado através de relato de familiares publicado em rede social, por volta das 5 horas da manhã do último sábado (21), Rômulo saiu de casa levando consigo documentos, mochila, roupa e celular. “Naquele momento minha cunhada pensou que ele havia saído para trabalhar cedo pois tinha muitas coisas para serem resolvidas naquele dia. Mas ele não foi trabalhar”, revelou sua irmã Bárbara Moraes, desmentindo as informações de que o rapaz teria saído para trabalhar.

“Nós saímos de Bauru para Garça, conversamos com amigos, estivemos com os mais próximos dele e tivemos informações de pessoas que o viram no sábado pela cidade ainda, e nós temos sim a esperança de que esteja tudo bem e precisamos continuar pensando dessa forma”, declarou.  

A família registrou o caso na polícia, e até onde apurou, Rômulo não está em nenhum hospital. “Vamos tentar conseguir filmagens de alguns lugares, extratos bancários, etc. Ficamos gratos se pessoas que o conhecem o viram em algum lugar, que informem data e horário. Obrigada a todos que tem mandado mensagem, oração e ajudado com informações verdadeiras e não achismos”, concluiu Bárbara, se referindo a comentários desencontrados e até certo ponto maldosos que não ajudam em nada.