Quinta, 22 de Outubro de 2020
14981559897
Geral PREJUÍZO AMBIENTAL

Em algumas horas, fogo transforma em cinzas 20 anos de reflorestamento

Incêndio em área de mananciais da Fazenda Cascata causou dano ambiental irreparável.

16/10/2020 23h16 Atualizada há 2 dias
34
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da Secom
Imagem retrata como ficou a devastação no local.
Imagem retrata como ficou a devastação no local.

Na quarta-feira passada, dia 7, um incêndio, possivelmente criminoso, destruiu 20 anos de trabalho de reflorestamento, principalmente no entorno da represa da Fazenda Cascata, um dos pontos de captação de água para o abastecimento da população de Garça. Aproximadamente 100 alqueires, o equivalente a 340 campos de futebol, foram destruídos pelas chamas. 

Apesar do fogo não atingir as instalações e os maquinários da B1 e B2 e das linhas de transmissão e adução de água, foram muitos os danos ao meio ambiente, impactando diretamente a fauna, pois o local abrigava ninhos e era refúgio e fornecimento de alimento para aves. 

O SAAE alerta que área afetada também poderá causar impacto na qualidade da água bruta a ser captada e tratada, pois sem a mata ciliar, com o tempo aumentam as possibilidades de assoreamento do reservatório. 

O diretor executivo do SAAE desabafa. “Já não bastasse a grave crise hídrica provocada pelo clima, pela falta de chuvas, temos ainda essa consequência de atos irresponsáveis, prejudicando a preservação da vegetação ciliar, que protege um dos pontos de abastecimento da cidade. Essa área foi reflorestada por meio de um projeto financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento - BID, também pela Petrobras Ambiental, além de recursos aplicados pelo próprio SAAE. Teremos que refazer tudo novamente”. 

ALERTA

O SAAE solicita: economize água, não desperdice. Use somente o essencial, não lave calçada, carros, quintais e molhe as plantas com regador. O desperdício de hoje gera falta de água amanhã. 

 

Denuncie os desperdícios peloWhatsApp, o número é o (14) 98146-3363. O cidadão poderá acionar o SAAE com reclamações, vídeos ou fotos e o endereço da situação de consumo irresponsável de água. Também há o telefone fixo (14) 3407-2480 para atender as denúncias. 

Fotos revelam como era e como ficou a área atingida pelo fogo.