Sexta, 24 de Setembro de 2021
24°

Poucas nuvens

Garça - SP

Dólar
R$ 5,35
Euro
R$ 6,26
Peso Arg.
R$ 0,05
Polícia SEQUESTRO

Suspeitos de sequestrarem influencer 'lenda' do Free Fire são presos no interior

Gamer e influenciador digital, atleta de Free Fire soma mais de 4,9 milhões de seguidores nas redes sociais. Ele, a namorada e a sogra foram vítimas de sequestro relâmpago e tiveram que fazer PIX aos criminosos.

01/09/2021 às 08h43
Por: Da Redação Fonte: G1
Compartilhe:
Suspeitos de sequestrarem influencer 'lenda' do Free Fire são presos no interior

Policiais prenderam dois homens, ambos de 27 anos, suspeitos de extorquir o gamer e influenciador digital Arthur Ramos, de 22, mais conhecido no Free Fire como "Crusher Fooxi". A prisão foi feita pela equipe da Delegacia Sede de Pariquera-Açu, no interior de São Paulo, conforme divulgado pela Polícia Civil nesta quarta-feira (1º). Um terceiro suspeito, de 28 anos, também foi identificado.

Segundo a Polícia Civil, a vítima, que soma mais de 4,9 milhões de seguidores no Instagram e tem fama nacional, sofreu um 'sequestro relâmpago', junto com a namorada e a sogra, no último dia 18, após serem abordados em Pariquera. Eles foram rendidos por dois criminosos no interior da residência da namorada do influenciador, colocados no veículo do mesmo e conduzidos à cidade de São Paulo.

De acordo com a polícia, durante o trajeto, eles foram obrigados a fazer operações bancárias de transferências de valores, via PIX, em um total de R$ 35 mil. Objetos pessoais, como telefones celulares, aparelhagem de som do veículo, entre outros, foram roubados gerando um prejuízo aproximado de R$ 73 mil. Após os crimes, as vítimas foram abandonadas na capital.

Um dia após o crime, o influenciador digital chegou a relatar o ocorrido por meio de postagens nas redes sociais, alertando os seguidores para terem cuidado e lamentando o que aconteceu.

Após serem acionados sobre o ocorrido, os policiais da Delegacia Sede de Pariquera-Açu iniciaram as investigações, realizando diversas diligências e identificando os suspeitos do crime, sendo decretada, pela Justiça, a prisão temporária de todos.

De acordo com a polícia, um dos homens que surpreenderam a vítima, morador da capital paulista, foi preso no dia 23 de agosto, por policiais do Garra de São Paulo, na Rua Irmão Joaquim do Livramento.

O outro suspeito foi preso no dia 25 de agosto, por policiais civis da Delegacia de Pariquera-Açu, na Rua Luís Lobo Filho, Vila São João. Ele é acusado de prestar o suporte para a prática do crime, fornecendo local para os outros envolvidos ficarem durante oito dias na região do Vale do Ribeira e prestando informações sobre a rotina da vítima.

Segundo a Polícia Civil, diligências prosseguem para a localização e prisão do terceiro autor do crime. Informações que auxiliem as investigações podem ser realizadas anonimamente, por meio do telefone do Disque Denúncia 181.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.