15°C 30°C
Garça, SP
Publicidade

Megaoperação que “fechou” o São Lucas é “recado à criminalidade”, diz delegado

Operação Gomorra da Polícia Civil teve como objetivo desmantelar rede de tráfico que age na área.

03/06/2024 às 19h14 Atualizada em 04/06/2024 às 07h51
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Garça em Foco
Compartilhe:
Megaoperação que “fechou” o São Lucas é “recado à criminalidade”, diz delegado

Na semana passada, mais precisamente na sexta-feira (24), a Polícia Civil de Garça realizou uma megaoperação no Jardim São Lucas, culminando na prisão de vários indivíduos envolvidos com o tráfico de drogas. A “Operação Gomorra”, como foi denominada, tirou acusados de tráfico da cama com forte aparato policial, composto por apoio da Polícia Militar, por meio do 13º Baep (Batalhão de Ações Especiais de Polícia), canil, equipes das delegacias seccionais de Marília e Tupã, Deinter-4 Bauru e Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais).

A ação, coordenada pelo delegado Adriano Marreiro, titular do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Delegacia do Município, contou até com o envolvimento do helicóptero Pelicano. Foi a primeira vez que a aeronave da Polícia Civil do Estado de São Paulo veio atuar na região. A polícia literalmente “fechou” o bairro pra cumprir inúmeros mandados de busca e apreensão.

Como resultado de todo o trabalho, 10 pessoas presas (dentre elas menores), mais de 10 quilos de cocaína, maconha e crack apreendidos. Foram encontradas anotações de contabilidade do tráfico e outras provas que evidenciam o que a polícia já sabe: a existência de uma grande organização criminosa agindo na área. A operação recebeu o nome “Gomorra” em alusão às cidades bíblicas de Sodoma e Gomorra.

Pela história cristã, as duas localidades eram “templos da perdição”, com toda sorte de ilegalidades e criminalidades. O bairro São Lucas foi comparado a essa situação, devido a ousadia dos criminosos, que usavam mulheres, crianças e até idosos na prática do tráfico de drogas. “E nas imagens a gente pode ver que o traficante não tem muito pudor. Ele age a luz do dia, no meio da rua. Parecia uma feira livre”, indignou-se o delegado.

Ao fazer um balanço da operação que repercutiu em toda a região, o delegado Adriano Marreiro destacou que o trabalho é um “recado” para a criminalidade em Garça e região. “A Polícia Civil está atenta, com trabalho de investigação, inteligência e estrutura para desbaratar as quadrilhas que praticam tráfico de drogas, roubos e furtos. A qualquer momento, podemos fazer novas incursões no combate ao crime” afirmou.

INVESTIGAÇÃO E PREPARAÇÃO

Segundo o delegado Marreiro, a investigação começou há cerca de 90 dias. “Esse trabalho de investigação é a finalidade fim da Polícia Civil”, ressaltou, destacando a excelência da Polícia Civil do Estado de São Paulo em investigações. “Eu falo sem medo de errar que Polícia Civil de São Paulo está entre as melhores do Brasil e do mundo nesse quesito de investigação. E esse trabalho que foi feito vem só ratificar essa afirmação”.

Durante esse período, a equipe realizou monitoramento intensivo, incluindo filmagens e fotografias que documentaram a atividade criminosa no bairro. Foram produzidas mais de 2.500 imagens e quatro horas de vídeo, evidenciando a prática do tráfico de drogas. “São fotos feitas em dias e horários diferentes e filmagens onde podemos ver e identificar mais de 30 traficantes, em especial a espinha dorsal, que são as lideranças do tráfico”, explicou.

A operação envolveu mais de 90 policiais civis, incluindo efetivos da Seccional de Marília, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), e das seccionais de Bauru e Tupã. A Polícia Científica e a Polícia Militar também participaram, com o apoio do Serviço Aerotático (SAT) e do helicóptero, que sobrevoou a região. Os cães da Polícia Militar localizaram drogas enterradas, um método comumente utilizado pelos traficantes para evitar flagrantes. Foram apreendidas quantidades significativas de crack, cocaína e maconha, prontas para venda.

Marreiro explicou que a operação foi meticulosamente planejada para garantir a prisão de líderes do tráfico, além dos pequenos vendedores. “Quando você bate e consegue pegar a liderança, é uma prisão mais qualificada, porque você atinge a espinha dorsal do tráfico”, afirmou o delegado, comparando a ação a “matar a cabeça da cobra”.

“É óbvio que a estrutura do tráfico é muito grande. O crime não deixa vácuo. Alguém vai ser colocado no lugar. Mas a polícia está atenta para pegar também quem estiver disposto a retomar o lugar”, salientou o delegado.

A Operação Gomorra resultou na detenção de 10 pessoas, das quais três foram liberadas após assinarem termos circunstanciados, enquanto cinco adultos e dois menores permaneceram presos. As detenções foram realizadas em flagrante, e o inquérito, que tem um prazo de 30 dias, ainda está em andamento devido ao vasto material apreendido.

CONCLUSÃO E IMPACTO

O delegado Marreiro enfatizou que a operação não apenas resultou em prisões, mas também serviu como um aviso aos criminosos de que a polícia está vigilante. “O ideal é que a operação seja feita com inteligência, sem feridos, com todos os suspeitos presos e conduzidos à justiça”, declarou, destacando que o sucesso da operação deve ser medido pela sua capacidade de desarticular o crime de maneira eficaz e segura.

A Operação Gomorra foi um passo importante no combate ao tráfico de drogas em Garça, reforçando a mensagem de que a polícia está comprometida em manter a ordem e a segurança na cidade. “Temos várias outras investigações em andamento, e a qualquer momento, novas operações podem ser desencadeadas”, concluiu o delegado.

Essa ação demonstra a determinação das forças de segurança em enfrentar o crime organizado e proteger a comunidade, garantindo que Garça permaneça um lugar seguro para todos os seus cidadãos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Garça, SP
28°
Tempo limpo

Mín. 15° Máx. 30°

28° Sensação
1.84km/h Vento
46% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h57 Nascer do sol
05h44 Pôr do sol
Ter 30° 16°
Qua 31° 13°
Qui 28° 13°
Sex 31° 16°
Sáb 32° 14°
Atualizado às 19h03
Publicidade