Sábado, 31 de Julho de 2021
(14) 98155-9897
Polícia POLICIAL

Roubos e furtos seguem em queda em 2021

Os roubos (praticados à mão armada) caíram quase que pela metade: de 20 no ano passado para 11 esse ano.

05/07/2021 10h06 Atualizada há 3 semanas
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Roubos e furtos seguem em queda em 2021

A Secretaria da Segurança Pública (SSP) divulga mensalmente o índice de criminalidade e produtividade policial de cada município do Estado de São Paulo. A última estatística, que mostra os dados de janeiro a maio de 2021, revela que Garça apresenta uma redução nos homicídios, e nos delitos contra o patrimônio, como roubos, furtos em geral e furtos de veículos. Já em relação aos estupros, lesões corporais dolosas (agressões) e tentativas de homicídios houve aumento. A comparação é com o mesmo período de 2020.

Segundo a SSP, em 2010, o município registrou um homicídio nos primeiros cinco meses do ano, enquanto no mesmo período deste ano ainda não ocorreu nenhum assassinato no município. O mesmo ocorreu com os chamados crimes contra o patrimônio (praticados contra pessoas, residências invadidas e a estabelecimentos comerciais), que tiveram uma queda acentuada em comparação ao ano passado. 

Os roubos (praticados à mão armada) caíram quase que pela metade: de 20 no ano passado para 11 esse ano. Os furtos em geral (arrombamentos) tiveram queda de 220 para 211 ocorrências, e os furtos de veículo reduziram de 14 para 13. Uma das explicações para a queda nos delitos patrimoniais é porque, por conta do isolamento social, as pessoas estão circulando menos na rua e ficando mais em casa.

Embora não tenha ocorrido nenhum homicídio, houve ligeiro aumento nas tentativas de homicídio: foram três no ano passado e quatro em 2021.  Os registros de lesões corporais dolosas também aumentaram de 64 para 76. Os estupros também subiram em 2021, já que foram contabilizados cinco casos. Entre janeiro e maio do ano passado, foram apenas três registros.

As estatísticas criminais são utilizadas para retratar a situação da segurança pública e permitir o planejamento de ações policiais e de investimentos no setor. Em São Paulo, a compilação dos dados é feita pela Secretaria da Segurança Pública, por intermédio da Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) - responsável pela análise dos dados de interesse policial e pela realização de estudos para prevenir e reprimir a criminalidade.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.