Terça, 15 de Junho de 2021
14981559897
Geral PANDEMIA

Em carreata, professores pedem vacina e aulas remotas

Morte de professor de 38 anos foi estopim para os profissionais irem as ruas

07/06/2021 08h53 Atualizada há 5 dias
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Professores usaram balões e frases de efeito em seus carros
Professores usaram balões e frases de efeito em seus carros

A morte pela Covid-19 do professor e músico Juliano Rodrigues, que atuava junto a Creche Maria Leonor, foi o estopim para que os professores da rede municipal de Garça fossem as ruas na tarde deste domingo (6) para protestar contra a retomada das aulas presenciais. Em forma de carretada, eles pediram a adoção de ensino remoto e vacina, diante do aumento de casos de contaminações na cidade e especialmente na rede escolar. "Sem vacina, sem aulas presenciais", estampava um dos cartazes afixado num dos veículos. 

Pelo menos três unidades já tiveram as aulas suspensas por conta de casos positivos em professores, funcionários e alunos. A carreata pacífica e sem intercorrências, teve início na via de acesso à SP 294, próximo da Faef, e percorreu algumas ruas e avenidas. Além de cartazes com frases, de efeito, os participantes ainda exibiram balões negros em sinal de luto pelas quase 100 mortes ocorridas na cidade. A Secretaria Municipal de Educação ainda não se pronunciou diante da reivindicação.  

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.