Terça, 15 de Junho de 2021
14981559897
Geral DESENVOLVIMENTO

Player global em segurança eletrônica, PPA constrói nova fábrica mirando mercado externo

Após série de aquisições, empresa expande sua presença no mercado de segurança e aumenta vendas para América Latina e Europa

30/05/2021 15h55 Atualizada há 2 semanas
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Samuel Peres, CEO da PPA.
Samuel Peres, CEO da PPA.

Pioneira na produção de portões automáticos no Brasil, a PPA está construindo uma nova fábrica, de 4.500 m2, em Garça, no interior de São Paulo, para atender ao aumento da demanda por seus produtos. Enquanto a indústria brasileira se retrai ano após ano, a PPA tem expandido sua atuação no mercado de segurança tanto no Brasil como no exterior. 

A pandemia acelerou ainda mais o crescimento da empresa no ano passado, devido ao maior tempo de permanência das pessoas em casa, em isolamento social, e à maior procura por segurança doméstica. Para completar, a desvalorização do real tornou os produtos da empresa mais competitivos no mercado externo. 

Fundada em 1983 por Flavio Aparecido Peres e dirigida atualmente pelo filho Samuel Peres, a PPA é um exemplo bem-sucedido de empresa familiar e 100% brasileira. De acordo com Samuel, o principal segredo para o sucesso da PPA está na sólida rede de mais de 500 distribuidores em território nacional. 

“A PPA dedica uma atenção especial aos distribuidores, dando treinamento e suporte técnico de alta qualidade. Além disso, nós garantimos a eles uma margem de lucro saudável. Isso é possível graças a nossos baixos custos de produção” explicou Samuel. “Nossa produção é bastante verticalizada. Hoje, 90% do material é produzido na própria fábrica. Fazer tudo aqui dentro dá mais trabalho, mas isso nos deixa mais competitivos.” 

A construção desta rede, ao longo de quase quatro décadas, feita em parceria Flavio e sua esposa Mara Eliana, vice-presidente da empresa, foi acompanhada de perto por Samuel e sua irmã Mariane, que hoje atua como diretora de marketing da PPA. 

 O alto investimento em inovação é outra marca registrada da PPA. A empresa conta um time de mais de 40 engenheiros mecânicos e eletrônicos. De acordo com Samuel, o desenvolvimento de novos produtos e novas tecnologias é uma preocupação permanente de seu pai desde a fundação da empresa. 

“Quando criou a PPA, meu pai tinha uma oficina de caminhões. Ele percebeu uma demanda por portões automáticos e foi desenvolvendo as linhas de produto, com deslizantes, basculantes e pivotantes. Ele produzia, vendia e instalava os portões, junto com meu tio. Embora não tenha curso superior, ele sempre foi muito curioso e sempre valorizou a inovação tecnológica”, disse Samuel.

Samuel lembra, no entanto, que o grande salto tecnológico da PPA aconteceu em 2011. Depois de passarem 15 dias no Japão, visitando as empresas mais importantes do país, Flavio e Samuel decidiram trazer para a PPA aquilo que havia de mais avançado no setor.

Nos últimos anos, a PPA adquiriu três empresas: a fábrica de movimentadores de corrente CelTron, a Citrox, especializada em câmeras (CFTV), controle de acesso, alarmes e IoT (internet das coisas) e a linha de cercas elétricas GCP. Além disso, a empresa abriu a PPA Care, com foco no desenvolvimento de equipamentos médico-hospitalares. 

A PPA está reformulando sua identidade visual e estruturando as marcas das empresas adquiridas. De acordo com Mariane Peres, a mudança nos logotipos expressa a importância da tecnologia de ponta para o grupo, que hoje possui um portfólio completo de produtos para a segurança eletrônica.

Com essas aquisições, a PPA passou a contar com um contingente de 700 colaboradores, sendo que mais de um terço deste total foi incorporado durante a pandemia. A área fabril da empresa chegou à marca de 25.000 m2 de área construída, espalhados por diversas regiões do país. 

A fabricação de produtos mecânicos está concentrada na sede, em Garça, enquanto os itens eletrônicos são produzidos em Manaus, cuja fábrica foi expandida de  1.000 m2 para 4.700 m2 e em Santa Rita do Sapucaí (MG), que tinha 600 m2 de área total e hoje tem 3.800 m2. 

“Estas aquisições permitiram que a gente completasse a nossa linha de produtos. O distribuidor tem que ter a linha completa para oferecer a um instalador. Assim, ele pode ir à casa das pessoas e vender tudo o que elas precisam em termos de segurança”, disse Flavio Peres, que ainda participa ativamente das decisões e do planejamento estratégico da empresa. 

Hoje, a PPA exporta para mais de 30 países e é líder na indústria de automatização de portas, portões e cancelas da América Latina. A empresa tem experimentado um forte crescimento nas exportações para os países latino americanos - com destaque para o México -, para os Estados Unidos e a Europa.  

Com uma ampla rede de distribuidores no exterior, a PPA pretende repetir a fórmula de sucesso e garantir um crescimento sólido no mercado internacional. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.