Quinta, 06 de Maio de 2021
14981559897
Geral TRISTEZA

Morte da professora Ana Artioli entristece educadores

A querida educadora não resistiu a um câncer no pâncreas contra o qual lutava desde sua aposentadoria no ano passado.

26/04/2021 17h11 Atualizada há 1 semana
Por: Da Redação Fonte: Garça em Foco
Morte da professora Ana Artioli entristece educadores

A educação de Garça está de luto com o falecimento da professora Ana Maria Saenz Artioli, que figurava entre as profissionais mais queridas e respeitadas da cidade. Aos 63 anos e muito debilitada, ela faleceu às 22h40 de sábado em sua residência, vitimada por um câncer no pâncreas contra o qual lutava desde que se aposentou, no ano passado. 

Filha dos também professores Armando Artioli e Lázara Saenz Artioli (Dona Laly), Ana teve sua vida inteira dedicada à educação. Chegou a integrar a diretoria da regional da Apeoesp (Associação dos Professores do Estado de São Paulo), quando teve a oportunidade de lutar por mais reconhecimento da categoria, especialmente na questão salarial. 

Muitos alunos de diferentes escolas públicas da cidade tiveram o privilégio de usufruir de seus conhecimentos na área de matemática. Extremamente sociável, de sorriso fácil, deixou uma legião de amigos por onde passou. Tinha participação ativa na comunidade estudantil, e na sociedade em geral. Um de seus últimos trabalhos voluntários foram prestados à Hosfran (Hospedaria Franciscana), onde oferecia seus serviços de cozinheira para os mais necessitados. 

Foram inúmeras as manifestações de tristeza e pesar, vindos não apenas de profissionais da área da educação, mas da comunidade em geral. “Nosso dia amanheceu mais triste. Sua história construída em nossa escola trará lindas recordações vividas”, destacou a direção e professores da escola Alcyr da Rosa Lima em postagem na rede social. 

O funcionário público Alexandre Lamatina ressaltou a tristeza pela perda da “querida” Ana Artioli, e ressaltou que sua partida gera um vazio para a cidade. “Tantas pessoas queridas partindo, boa parte delas por conta da pandemia que nos aflige, mas outras em parte por motivos diversos que se intensificam nesse momento ímpar e triste da história humana”, escreveu em sua página.  

O amor dos familiares pela professora Ana foi expresso em palavras que revelam a dor da perda, o afeto e o carinho. “Lembrarei de ti assim, com um sorriso no rosto e serenidade no olhar. Também cultivarei as boas lembranças de nossa jornada com a certeza de que nos veremos novamente. Esteja em paz onde estiver”, escreveu sua sobrinha Patrícia Artioli na postagem da foto que mostra o último encontro que tiveram.         

“Tia Ana, como todos a chamavam, era puro amor, alegria de viver, sempre com sorriso no rosto. Altruísta, ajudava a todos que precisavam, e era muito família. Deixou um legado de amor e carinho pra todos que a conheciam. Vai fazer muita falta em nossas vidas”, lamentou a sobrinha Lara Antonelli Artioli. Ana Maria Saenz Artioli deixou o filho Pedro, e seu corpo foi sepultado no início da tarde deste domingo (25) no Cemitério Santa Faustina.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.