Quinta, 06 de Maio de 2021
14981559897
Geral LUTO

Garça chora morte de um de seus mais ilustres cidadãos: João Miguel Chaves

O ex-despachante de 98 anos, faleceu nas primeiras horas deste sábado na UTI do Hospital São Lucas.

17/04/2021 07h57 Atualizada há 2 semanas
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Garça chora morte de um de seus mais ilustres cidadãos: João Miguel Chaves

Garça amanhece mais triste nesta manhã de sábado, com a notícia da morte de um de seus mais antigos e ilustres cidadãos: João Miguel Chaves. Ele faleceu nesta madrugada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Lucas, para onde foi encaminhado nesta sexta-feira logo após passar por uma cirurgia intestinal de emergência. Lamentavelmente o querido “Seo Chaves”, como era carinhosamente chamado, não resistiu.

Pelas redes sociais, já são inúmeras as manifestações de pesar pela partida de Miguel Chaves. Uma delas vem do colunista do Jornal Mais e Portal Garça em Foco, Vanderlei Tico Cassola, que tinha no ex-despachante uma fonte inesgotável de histórias, recontadas em sua coluna “Recordar é Viver”.

“Ele sempre foi um dos colaboradores. Graças a sua invejável memória, nos passava fatos e curiosidades da Garça antiga. Por incrível que parece nesta manhã eu tinha um encontro na casa dele. Alguma ‘novidade’ ele iria revelar. Mas infelizmente não deu tempo. Deus não quis”, lamentou Tico, que fez questão de ressaltar a colaboração efetiva de Miguel Chaves em prol da comunidade garcense. “Ele sempre foi pessoa atuante em nossa comunidade. Plenamente engajado na política, foi vereador pela antiga legenda do MDB, e também presidente da Câmara. No lado profissional, foi um dos mais gabaritados despachantes, a frente do conhecido Escritório do Chaves”, comentou.

João Chaves nasceu em 12 de maio de 1923 em Presidente Alves. Tinha 98 anos, 93 deles vividos em Garça, sua cidade de coração, que em reconhecimento a seus feitos em prol da coletividade, o presenteou com o título de “Cidadão Garcense”. Recentemente, foi selecionado para ser um dos personagens do Documentário “Memória Viva: o resgate da história garcense através de relatos da comunidade”, onde contou um pouco de sua brilhante trajetória, resumida numa matéria publicada no Jornal Mais e portal Garça em Foco. Para conferir acesse o link: João Chaves: uma história permeada pela política (garcaemfoco.com.br).

Era casado com Maria Madalena Chaves, e deixou os filhos Soely, Sônia, sidney e Sandra. Os atos fúnebres começam a partir das 11 horas no Velório Municipal, e o sepultamento ocorrerá às 16 horas no Cemitério Santa Faustina. 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.