Terça, 20 de Abril de 2021
14981559897
Polícia POLICIAL

Garcense embriagada que atropelou três na calçada já está em liberdade

Uma das vítimas atingida na frente de sua casa sofreu duas fraturas expostas e foi encaminhada para Marília.

01/04/2021 14h42 Atualizada há 2 semanas
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Garcense embriagada que atropelou três na calçada já está em liberdade

Já está em liberdade a garcense M.A.S, 41 anos, moradora no Jardim São Lucas, que foi autuada em flagrante por lesão corporal culposa no final da noite desta quarta-feira, após atropelar três pessoas na calçada, e provocar ferimentos gravíssimos em pelo menos uma delas. Segundo apurado, ela conduzia seu Gol azul 2021 (JOF 3373 – Garça) em visível estado de embriaguez, comprovado posteriormente após teste do etilômetro, quando perdeu o controle da direção e provocou o acidente que quase termina em tragédia.

O fato ocorreu na rua América, altura do número 565, local onde as vítimas conversavam tranquilamente e foram atingidos pelo carro desgovernado. Primeiro o Gol atingiu a moto Honda 160 vermelha, pertencente ao entregador W.Z.D, 25 anos que reside no local. Ele estava parado próximo da calçada conversando com sua mãe, a advogada P.Z.D, 43 anos, e com a estudante M.Z.D, de 18, que estavam sentadas na calçada defronte a casa onde residem. Todos foram atropelados.

Ferida com mais gravidade, a jovem de 18 anos socorrida pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ele sofreu fratura exposta nas ruas pernas, e diante da gravidade do caso, foi encaminhada para tratamento especializado em Marília. As outras vítimas foram medicadas na Upa e posteriormente liberadas.

Quando os policiais militares chegaram no local, a motorista ainda estava dentro do carro, aparentando estar alcoolizada, exalando odor etílico. Ainda no local ela submetida a teste do etilômetro que comprovou a embriaguez. A própria condutora admitiu ter admitido algumas cervejas antes de dirigir, colocando em risco a vida das vítimas. Diante da gravidade do caso, a causadora do acidente foi autuada em flagrante por lesão corporal na direção de veículo, que prevê pena de dois a cinco anos de prisão. Sem direito a fiança, a motorista foi autuada e permaneceu a disposição da Justiça na Central de Polícia Judiciária. Porém, as informações é que a Justiça já relaxou o flagrante, permitindo que ela responda ao delito em liberdade, para revolta dos familiares das vítimas.          

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.