Terça, 20 de Abril de 2021
14981559897
Geral AVANÇO

Garça avança para se tornar referência na produção de café de qualidade

ConGarça consegue último documento solicitado para a obtenção da Indicação Geográfica (IG) Cafés da Região de Garça

31/03/2021 09h19 Atualizada há 2 semanas
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Jcnet
Garça avança para se tornar referência na produção de café de qualidade

Resolução publicada recentemente no Diário Oficial do Estado (DOE) atesta que as cidades da região de Garça são notórias na produção de café. O documento irá integrar o processo liderado pelo Conselho do Café da Região de Garça (ConGarça) em busca da conquista da Indicação Geográfica (IG) Cafés da Região de Garça (leia mais abaixo).

O levantamento histórico e a delimitação da área produtora de café da região de Garça compreende 14 municípios - Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Cafelândia, Duartina, Fernão, Gália, Garça, Guarantã, Júlio Mesquita, Lucianópolis, Lupércio, Marília, Ocauçu e Vera Cruz.

“(O documento) atesta que as cidades integrantes da região são notórias na produção de café e era o último documento necessário para que o processo de reconhecimento da nossa IG possa ser finalizado junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI)”, explica a secretária de Agricultura e Meio Ambiente de Garça, Thereza Sartori.

Segundo ela, uma pré-avaliação de toda a documentação apresentada pelo ConGarça já foi realizada pelo INPI em outubro de 2020 e, naquela ocasião, o órgão solicitou um documento atestando a notoriedade da região no cultivo do café. Esse documento foi publicado pelo DOE na última terça-feira (16).

O prefeito de Garça, João Carlos dos Santos, conta que trabalhou politicamente para que a publicação desta resolução fosse feita pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

“Reconhecer a qualidade do nosso café é, antes de tudo, valorizar a história de Garça e de toda a região que surgiu e se desenvolveu com a chegada desta agricultura. E também todo o esforço e trabalho dos cafeicultores de Garça e da região. Estamos caminhando para que nossa IG realmente aconteça”, declara.

BENEFÍCIOS DA IG

Segundo a Prefeitura de Garça, um produto com Indicação Geográfica (IG) passa a ser reconhecido pela qualidade diferenciada vinculada ao território de produção ou extração e ao conhecimento dos produtores da região. “Entre os benefícios diretos da IG, estão o diferencial em relação aos similares, a agregação de valor e a organização social dos produtores, que passam a agir coletivamente como defensores da IG contra a utilização indevida do nome protegido”, ressalta em nota.

“Indiretamente, a região é beneficiada pelo desenvolvimento econômico em outros ramos da economia, uma vez que passa a ser mais divulgada. O desenvolvimento do turismo vinculado à produção de café em toda a região é um dos exemplos”.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.