Terça, 20 de Abril de 2021
14981559897
Geral POLICIAL

Guindastes foram usados para retirar carreta de penhasco. Veja fotos da operação

A retirada dos destroços dá a dimensão da gravidade do acidente: motorista nasceu de novo.

20/03/2021 21h40 Atualizada há 4 semanas
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Guindastes foram usados para retirar carreta de penhasco. Veja fotos da operação

O trecho Bauru/Marília da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-294), ficou por várias horas interditado nesta sexta-feira (19), durante a operação para resgatar a carreta bitrem que caiu num penhasco na tarde de quarta-feira, próximo do pontilhão na conhecida Baixada da Deusa. Os trabalhos começaram nas primeiras horas da manhã e foram concluídos somente no final da tarde. A retirada dos destroços dá a dimensão da gravidade do acidente. Para quem vê o estado da cabine, é difícil acreditar que motorista saiu praticamente ileso do gravíssimo acidente.

Segundo apurado, após colidir com a traseira de um outro caminhão, a carreta bitrem conduzida pelo motorista que não teve identidade revelada, saiu da pista, capotou e despencou num barranco com cerca de 20 a 30 metros, indo parar quase dentro de um riacho que corre no local. 

Uma operação que envolveu bombeiros de Marília e Garça, com apoio de funcionários da concessionária da rodovia, resgatou o motorista que literalmente nasceu de novo. O homem não ficou preso às ferragens e já se encontrava fora do caminhão, deitado no solo, com fortes dores na coluna quando o socorro chegou. Uma corda de segurança foi instalada e as equipes desceram até o local com uma prancha, onde o homem foi imobilizado. A vítima foi retirada e encaminhada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), sem ferimentos visíveis. O veículo, que estava descarregado, permaneceu no local até a sexta-feira, quando foi montada uma operação para a retirada.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.