Terça, 20 de Abril de 2021
14981559897
Geral PANDEMIA

Atividades religiosas agora estão na lista de serviços essenciais

De forma prática, o decreto altera pouca coisa, já que mesmo na fase vermelha, não eram proibidos cultos e reuniões religiosas.

02/03/2021 09h40 Atualizada há 2 meses
Por: Francisco Alves Neto Fonte: Da redação
Atividades religiosas agora estão na lista de serviços essenciais

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), assinou um decreto para que atividades religiosas sejam reconhecidas como serviços essenciais no Estado. A decisão foi anunciada pelo chefe do Executivo em seu perfil no Twitter, nesta 2ª feira, dia 1º de março. 

Em um vídeo, o governador afirma que a decisão será publicada na 3ª feira no Diário Oficial do Estado de São Paulo e que o decreto reconhece a “essencialidade” das igrejas. E completou: “Esperança, fé e oração. Com vacinas, vamos vencer a covid“.

Essa é uma posição diferente da adotada por Doria no início da pandemia. Em março de 2020, ele pediu que atividades religiosas fossem realizadas pela internet. Na época, o pedido do governador de São Paulo foi uma resposta ao decreto assinado por Bolsonaro que também incluía as reuniões religiosas como um serviço essencial que poderia funcionar mesmo nos piores momentos da pandemia.

De forma prática, o decreto altera pouca coisa, já que mesmo na fase vermelha, a mais crítica segundo o Plano SP de combate à pandemia no Estado, não eram proibidos cultos e reuniões religiosas. Desde que seguissem regras sanitárias e um mínimo distanciamento social, os cultos e missas já estavam liberados.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.