Terça, 02 de Março de 2021
14981559897
Saúde CORONAVÍRUS

Com hospitais cheios e variante do vírus, Jaú já admite lockdown

Prefeito de Jaú deu a declaração durante a visita dos Secretários Estaduais da Saúde e de Desenvolvimento Regional ao município. Situação em Jaú é crítica há pelo menos um mês e com nova variante preocupa ainda mais.

17/02/2021 08h18
297
Por: Da Redação Fonte: Garça em Foco
Com hospitais cheios e variante do vírus, Jaú já admite lockdown

Nesta terça-feira (16), durante a visita dos secretários de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, e de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a Jaú, o prefeito do município, Ivan Cassaro, revelou, em entrevista à imprensa, que a possibilidade de decretação de lockdown não está descartada. A cidade, que está com a sua capacidade hospitalar saturada desde o mês passado, divulgou neste sábado (13) a presença da variante brasileira do coronavírus em amostras de três pacientes locais e endureceu as regras da fase vermelha do Plano São Paulo.

"Se não melhorar, na semana que vem a gente fecha sim", declarou o prefeito em entrevista ao site de Jaú Central da Notícia. Ele explicou que a decisão está sendo avaliada pelo fato de, no final da semana passada, 30 novos leitos de enfermaria para Covid terem entrado em operação na Santa Casa da cidade, o que pode contribuir para aliviar a pressão sobre o sistema hospitalar. "Vamos ver o resultado que vai dar essa semana para a gente poder tomar uma atitude", informou.

Durante a visita a Jaú, os secretários de Saúde e de Desenvolvimento Regional participaram de reunião na Santa Casa e conheceram hospital de campanha que está sendo construído em parceria com o Hospital Amaral Carvalho (HAC). Na Santa Casa, a pauta do encontro foi a oficialização de convênio que garante mais vagas para o tratamento da Covid, anunciado no começo do mês pelo Estado.

A assinatura oficial deve ocorrer nos próximos dias. "A parceria entre o Governo do Estado e a Santa Casa possibilitou convênio de 18 leitos de UTI e 30 leitos de internação (Enfermaria), o que dá aproximadamente R$ 1,458 milhão por mês para custeio desses leitos", declarou Vinholi. A nova ala de enfermaria Covid foi inaugurada no último dia 11. Já as UTIs devem estar concluídas no início de março.

O titular da pasta estadual da Saúde anunciou, também durante a visita, a oferta de 30 novos respiradores não invasivos para o hospital - 10 nesta semana e 20 na semana que vem. Além disso, o deputado estadual Fernando Cury anunciou a indicação de R$ 1 milhão em emendas, com previsão de liberação em breve, para a compra de equipamentos destinados aos novos leitos para Covid da Santa Casa.

Os secretários estaduais também conheceram a obra do Centro de Combate à Covid-19 do Hospital Amaral Carvalho e anunciaram repasse mensal de R$ 840 mil, durante três meses, para o custeio da unidade, que contará com 39 leitos - 29 de enfermaria e dez de suporte ventilatório, para tratamento semi-intensivo.

A previsão do HAC é de que o hospital de campanha entre em funcionamento ainda neste mês. "Fizemos questão de estar aqui para consolidar o nosso apoio à região. Muito importante a abertura dos leitos para garantir que toda a população seja devidamente acolhida quando assim precisar", afirmou Gorinchteyn.